Artigos, Saúde

Chikungunia – dores agudas e crônicas

A Chikungunia é uma doença infecciosa viral transmitida por mosquitos do gênero Aedes.

Causada por um  alfavirus, a  CHIKV foi originada na África, onde ocorre em ciclos ao longo  das décadas desde 1952 e que atualmente também ocorre em países do sudeste da Ásia  e India.  Em 2013, foram registrados inúmeros casos na Itália e França e, finalmente chegou ao Caribe e ao Brasil em 2014.

A infecção por CHIKV produz uma síndrome febril muito debilitante pois causa dores no corpo em 80% das pessoas. Estas dores podem persistir por meses ou anos.

Como são as dores da Chikungunia?

As dores desta virose são chamadas de musculoesqueléticas e reumáticas

A fase aguda da doença caracteriza-se por febre alta em 96% dos casos, prostação em 91%, poliartralgias (dores nas juntas do corpo) em 96%, dores musculares em 79%.  As pessoas que apresentam doenças reumáticas podem piorar apresentando mãos e pés inchados, fadiga grave em 37% (cansaço muito intenso) principalmente na primeira semana.  Além disto, a doença pode provocar náuseas, dor de cabeça, vômitos, dores oculares, suores intensos e regiões do corpo e sensações desagradáveis na pele chamadas de parestesias.

Infelizmente 5% dos doentes podem ter dores crônicas nas juntas, representando um impacto socioeconômico significativo.

O que fazer?

A presença de febre e dores nas juntas em áreas endêmicas de dengue ou malária pode levar a suspeita de CHIKV.  Uma vez que não há tratamento específico, o tratamento geralmente é de suporte com medicações para aliviar os sintomas.

E a dor crônica?

Pessoas mais sensíveis ou portadoras de outras doenças de origem reumatologica ou neurológica podem apresentar dores que se prolongam por mais de 3 meses, por isto devem se avaliadas por especialistas.  A termografia é um dos exames solicitados para auxiliar na identificação das áreas do corpo doloridas, tais como: articulações, músculos e comprometimento neurológico. O exame registra o que o nosso corpo emite de raios infravermelhos, que são traduzidos por um mapa de temperatura corporal regional, que é analisado pelo especialista. O tratamento efetuado pelo médico clinico seguirá de acordo com os achados na termografia e demais exames complementares (como as provas reumáticas) que se julguem necessários.

Chopra A, Anuradha V, Lagoo-Joshi V, kunujuv, Salvi S, Saluja M (2008). Chikungunya vírus aches and pains: An emerging challenge. Arthritis and Rheumatism, 58:2921-2922

Honorio NA, Camara DCP, Calvet GA, Brasil P. Chikungunya:an arbovirus infection in the processo f establishment and expansion in Brazil (2015) Cad Saude Publica, 31(5):1-3.

AVISO IMPORTANTE:
O conteúdo deste site é de caráter educativo e não deve ser considerado consulta médica, provável diagnóstico ou tratamento recomendado. Todas as imagens com pacientes e terceiros têm sua autorização escrita.
Site educativo do Dr. Marcos Brioschi, médico. Medicina diagnóstica, termografia médica para diagnóstico da dor, prevenção de lesões esportiva e no trabalho, atividade metabólica, risco cardiovascular, avaliação da mama

© 2007-2017 Canal InfraRedMed – Dr. Marcos Brioschi. Todos os direitos reservados.