Monthly Archives: novembro 2014

24_Nov

No início dos anos 90, o uso de novas tecnologias comunicativas foi significativo na Medicina. É o caso da Telemedicina, que, segundo a Declaração sobre Responsabilidade e Normas Éticas na Utilização da Telemedicina, trata-se do “ exercício da medicina a distância, cujas intervenções, diagnósticos, decisões de tratamentos e recomendações estão baseadas em dados, documentos e outra informação transmitida através de sistemas de telecomunicação”. Atualmente, a aplicação da telemedicina se estende a diversas especialidades médicas como cardiologia, dermatologia, oftalmologia, patologia, entre outras.

O objetivo dessa categoria é permitir o diagnóstico à distância e melhorar a interpretação de exames e facilitar a mobilidade do paciente a uma possível consulta secundária ou até mesmo para aqueles pacientes que não têm acesso a médicos especialistas em determinados tipos de exames. Para que esse procedimento seja realizado, o médico faz o download das imagens, as interpreta e reconstrói para posteriormente fazer o laudo. Além disso, o laudo a distância agiliza o procedimento a ser tomado segundo a decisão do médico.
Após muitos estudos e avaliações, comprovou-se a efetividade clínica e aceitação dessa nova prática no diagnóstico por imagem. Segundo alguns dados da Sociedade Europeia de Radiologia (ESR) cerca de 65% dos entrevistados utilizam a telerradiologia, entre eles 53% utilizam em instituições, 32% usam em casa e 15% em outros lugares. Generalizando, cerca de 80% dos entrevistados apresentaram opiniões positivas sobre a telerradiologia.

Laudos a distância InfraRedMed

Através de um sistema seguro e de alta tecnologia, todos os laudos atendidos pelo grupo de especialistas InfraRedMed tem o selo de qualidade junto à imagens impressas, em contrapartida também é possível verificar o laudo no nosso próprio site. Todos as clínicas credenciadas trabalham com a qualidade diagnóstica padrão da InfraRedMed.
Atualmente a capacitação para a interpretação médica dos exames de termografia é realizada com um treinamento de, no mínimo, 2 anos na Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.

AVISO IMPORTANTE:
O conteúdo deste site é de caráter educativo e não deve ser considerado consulta médica, provável diagnóstico ou tratamento recomendado. Todas as imagens com pacientes e terceiros têm sua autorização escrita.
Site educativo do Dr. Marcos Brioschi, médico, medicina diagnóstica. Termografia para diagnóstico da dor, risco de lesão esportiva, atividade metabólica, risco cardiovascular, avaliação metabólica da mama

© 2007-2017 Canal InfraRedMed – Dr. Marcos Brioschi. Todos os direitos reservados.

20141117

A preocupação das pessoas com a saúde está em constante crescimento. Cresce também, o número de pessoas que buscam exames como método preventivo de doenças ou para busca de resposta para causa de sua dor crônica. Com isso, a procura de centros de diagnóstico de termografia têm recebido cada vez mais clientes encaminhados por profissionais médicos.

Além disso, tecnologia desses sistemas de diagnóstico por imagem tem permitido que todo o processo de atendimento seja feito de forma ágil e segura. A informatização atribui um ganho significativo ao serviço, já que a espera para o laudo final é reduzida e ainda pode ser compartilhada de forma segura com o paciente e o médico através da internet.

A termografia é um método totalmente inócuo, sem radiação, contraste ou contato. Sem contraindicações, é seguro para crianças, gestantes e idosos.

E como se preparar para o dia do exame?

Se você optou por realizar uma termografia, deve seguir as seguintes recomendações:

Nos 2 dias anteriores ao exame evite expor-se excessivamente ao sol e separe seus resultados de exames anteriores.
No dia do exame:

1. Traga todos os laudos dos seus exames anteriores

2. Não se submeta a massagens ou qualquer terapia que aqueça ou esfrie demasiadamente o seu corpo

3. Pode tomar banho no dia do exame. Apenas evite banhos muito quentes

4. Não use cremes, pós ou pomadas em excesso.

5. Não usar sutiã ou roupas muito apertadas no dia exame.

Até 3 horas antes do exame:

1. Não ingerir bebidas estimulantes (cafeína, alcoólicas);

2. Não usar descongestionantes nasais;

3. Não fumar;

4. Não se depilar ou barbear;

5. Retirar aparelhos imobilizadores (braços, tornozelos etc) ou faixas (curativos serão retirados na clínica antes do exame).

A INFRAREDMED® é a primeira rede integrada de diagnósticos por imagem infravermelha para instituições médicas, hospitalares, clínicas e consultórios. Focada em assessoria e educação médica continuada na área de diagnóstico por infravermelho.
Todo nosso conteúdo é desenvolvido em parceira com instituições médicas de excelência, nacionais e internacionais.
Confira a unidade credenciada mais próxima de você e solicite seu exame juntamente com seu médico: https://goo.gl/Xi3KL3

AVISO IMPORTANTE:
O conteúdo deste site é de caráter educativo e não deve ser considerado consulta médica, provável diagnóstico ou tratamento recomendado. Todas as imagens com pacientes e terceiros têm sua autorização escrita.
Site educativo do Dr. Marcos Brioschi, médico, medicina diagnóstica. Termografia para diagnóstico da dor, risco de lesão esportiva, atividade metabólica, risco cardiovascular, avaliação metabólica da mama

© 2007-2017 Canal InfraRedMed – Dr. Marcos Brioschi. Todos os direitos reservados.

indigestion_ozqd1
Neste mês de novembro, mês da saúde do homem, a dor é um tema que deve ser lembrado. Algumas dores são mais prevalentes em homens do que em mulheres, como: gota, espondilite anquilosante e a doença coronariana. Porém, a dor pélvica crônica (DPC), que pode estar localizada entre a região abaixo do umbigo, pube, testículos, raiz das coxas e glúteos pode apresentar intensidade suficiente para interferir na relação sexual e atividades habituais do homem e exigir ajuda médica.
A DPC é desgastante tanto para o paciente quanto para o médico, e não raro os faz percorrerem atrás de dezenas de outros profissionais da saúde e por procedimentos cirúrgicos em busca de ajuda para lidar com seu martírio.
Diversas são as possíveis causas deste tipo de dor, dentre elas:
  • cirurgia abdominal ou pélvica anterior, como da próstata, bexiga e quadril;
  • aderências cirúrgicas;
  • lesões de nervos da parede abdominal (ilioinguinal);
  • postura inadequada com acentuação da lordose lombar e cifose torácica;
  • falta de condicionamento muscular, acarretando em alterações musculoesqueléticas, desequilíbrio pélvico e hipertonicidade de certos músculos (piriforme, íliopsoas);
  • doença inflamatória dos intestinos, diverticulite, hérnia inguinal, tumores, cálculos renais, lesões da uretra, dor lombar baixa, compressão de nervos;
  • lesões relacionadas à atividade física e esporte (pubalgia, dor na virilha).
câncer de próstata, em geral não apresenta sintomas até que atinja um tamanho considerável, por isso sua avaliação periódica após 50 anos é recomendada. Sintomas como dor lombar, problemas de ereção, dor na bacia ou joelhos, sangramento pela uretra podem ser suspeitos.
O exame clínico é fundamental para esclarecer a causa mais provável, contudo muitos destes pacientes são sofridos, passam geralmente, por diversos médicos referindo o mesmo problema. Na maioria das vezes, o exame físico mostra apenas um desconforto subjetivo e uma atitude resistente do paciente à avaliação, especialmente quando exames complementares como ultrassonografia, tomografia, urografia excretora, colonoscopia resultam normais, isto é, não trazem uma alteração anatômica que explique a dor e muito menos câncer.
Um novo equipamento completa o arsenal diagnóstico do médico, e traz uma luz para este tipo de problema, se trata da termografia por infravermelho, também conhecida como termometria cutânea. Ela permite por meio de imagem térmica de alta sensibilidade avaliar a dor e identificar a causa nos casos em que não se encontram alterações anatômicas. Totalmente seguro, sem contraste, sem radiação e sem contato, o aparelho faz uma varredura de corpo total em busca de inflamação, lesão muscular e de nervos. Isto permite obter um caminho mais efetivo no tratamento da dor.
A realização da termometria cutânea é bastante segura para o paciente, não há contraindicações para gestantes, crianças ou idosos, nem problema quanto ao uso de marca-passo ou próteses. O agendamento do exame pode ser feito em qualquer uma das unidades mais próxima de você.
AVISO IMPORTANTE:
O conteúdo deste site é de caráter educativo e não deve ser considerado consulta médica, provável diagnóstico ou tratamento recomendado. Todas as imagens com pacientes e terceiros têm sua autorização escrita.
Site educativo do Dr. Marcos Brioschi, médico, medicina diagnóstica. Termografia para diagnóstico da dor, risco de lesão esportiva, atividade metabólica, risco cardiovascular, avaliação metabólica da mama

© 2007-2017 Canal InfraRedMed – Dr. Marcos Brioschi. Todos os direitos reservados.

Matheus esteira 94

No segmento esportivo comumente nos deparamos não só com novas tecnologias para o tratamento de lesões musculares mas também no seu diagnóstico e prevenção. Seja de modo recreativo ou profissional, as pessoas que praticam atividades físicas estão suscetíveis a sofrerem lesões, especialmente quando treinam de forma intensiva mesmo corretamente e com preparação adequada.

Acompanhada de dor ou não, o lesionamento – entre os mais comuns: entorses, contusões, distensões, luxações, tendinites e câimbras – podem interromper a prática esportiva.

Termografia Esportiva

O diagnóstico auxiliar pela termografia em atletas pode ser muito importante para o tratamento mais efetivo e correto. As lesões são traumas que sucedem de uma série de alterações no músculo e tecido conjuntivo. Consequentemente desencadeando o processo de inflamação que acelera o metabolismo e, respectivamente, aumenta o calor (radiação térmica) na região. Mínimas alterações do gradiente de temperatura podem ser detectadas e analisadas com facilidade no diagnóstico por imagem térmica.
Visto que a Termografia é um método não invasivo e preciso, as alterações do gradiente mostram precocemente o início do processo inflamatório que pode ainda não se manifestar com sintomas de dor e sinais visíveis como edema. Ou seja, ela age de forma preventiva.

Previna-se contra lesões
· Aquecer antes de qualquer exercício;
· Fazer alongamentos antes e depois de praticar um exercício;
· Não intensificar os treinos além do limite do seu corpo;
· Analisar os riscos de cada exercício;
· Usar equipamentos de proteção específicos para cada modalidade desportiva.

Identificar precocemente aumento irregular de temperatura muscular e articular

 

AVISO IMPORTANTE:
O conteúdo deste site é de caráter educativo e não deve ser considerado consulta médica, provável diagnóstico ou tratamento recomendado. Todas as imagens com pacientes e terceiros têm sua autorização escrita.
Site educativo do Dr. Marcos Brioschi, médico, medicina diagnóstica. Termografia para diagnóstico da dor, risco de lesão esportiva, atividade metabólica, risco cardiovascular, avaliação metabólica da mama

© 2007-2017 Canal InfraRedMed – Dr. Marcos Brioschi. Todos os direitos reservados.